Como vender mais usando o Facebook Marketplace

Milhares de pessoas têm o hábito de usar os grupos do Facebook como local para oferecer produtos e serviços. Basta uma busca rápida dentro da rede social para encontrar diversos grupos voltados para vendas. Mas, você já conhece o Facebook Marketplace?
Esse recurso nada mais é do uma loja dentro do Facebook. Você encontra uma variedade de produtos, novos e usados, que são publicados e vendidos pelos próprios usuários.
O recurso permite buscas personalizadas por região, categoria e até mesmo por preço. Também é possível contatar e negociar com o vendedor, tudo via Messenger.
Para tornar a experiência de compra e venda ainda mais fácil e vantajosa para quem pretende negociar na rede social, o Facebook Marketplace permite que os usuários avaliem e até mesmo denunciem os vendedores.
Vale ressaltar que o Facebook não cobra nada para que os usuários publiquem seus produtos e nenhuma transação financeira é feita dentro da rede social.
Preparamos um tutorial para te explicar, passo a passo, como utilizar esse recurso.

COMO VENDER NO FACEBOOK MARKETPLACE

Para você começar a usar o Facebook Marketplace:
1 . Conecte-se ao Facebook e acesse a opção Marketplace:

2 . Em seguida, acesse a opção + vender um item:

3 – Um pop-up irá abrir. Preencha as informações sobre o seu produto.

Adicione o que você está vendendo, o valor e em que cidade o produto se encontra.

4 – Você vai precisar escolher a categoria em que sua oferta se encaixa. São várias opções pré-determinadas que irão ajudar o comprador a encontrar o seu item. Escolha com cuidado para que seu produto não acabe perdido em uma categoria errada.

5 -Depois de escolher a categoria, use o campo Descrição para informar não só os detalhes do produto, mas também as formas de pagamento e entrega. Quanto mais completa for sua descrição, mais fácil será na hora de negociar.

6 – Faça upload das fotos da sua oferta. Não se esqueça de escolher bem as imagens que irá publicar, elas devem ser nítidas, claras e precisam mostrar bem o seu produto.

Lembre-se: é importante usar fotos reais dos produtos que você pretende vender.

7 – Clique em Publicar e seu produto já estará na “vitrine” do Facebook Marketplace, pronto para ser visto por outros usuários.

8 – Caso seu produto seja vendido, basta acessar o Facebook Marketplace, clicar no link Venda e sinalizar seu item como vendido.

Viu como é fácil e rápido utilizar o Facebook Marketplace?

Mas, vale ressaltar: alguns itens não podem ser vendidos utilizando esse recurso, pois infringem a política de comércio do Facebook Marketplace. São eles:

  • Drogas ilegais, prescritas ou recreativas;
  • Produtos de tabaco e acessórios relacionados;
  • Suplementos não seguros;
  • Armas, munições ou explosivos;
  • Animais;
  • Produtos ou serviços para público adulto;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Produtos para melhorar o desempenho sexual;
  • Serviços de jogos de azar valendo dinheiro real;
  • Mercadorias, produtos ou publicações que considerarmos que possam ser ou que sejam fraudulentos, enganosos, ilusórios ou ofensivos;
  • Itens ou produtos com posicionamento extremamente sexualizado;
  • Assinaturas, produtos digitais ou publicações sem intenção de vender itens, produtos ou serviços no Marketplace;
  • Produtos e itens que facilitem ou incentivem o acesso não autorizado a mídia digital.

Se o seu produto não se enquadra em nenhuma dessas categorias, você pode anunciá-lo normalmente.

Por Camila Porto

Tudo que você precisa saber sobre blog

Além das salas de bate-papo, fóruns, mensageiros instantâneos e e-mails criados para comunicação e diálogo além do território, estão as inovações emergentes que ajudam o homem a criar oportunidades de interação. A necessidade de um aspecto personalizado e humano da construção de comunidades online está lentamente mudando o panorama tecnológico da Internet.

Blogs são é o melhor presente da tecnologia da Internet para pessoas de todo o mundo. Estas são postagens atualizadas, entradas de recorte ou trechos de vida personalizados, de natureza mundana ou bizarra. Para a maioria, um “blog” é um diário pessoal, não editado e autêntico, destinado a ser compartilhado em uma comunidade online. Blog site é um lugar onde os blogueiros podem publicar qualquer coisa; seus pensamentos, sentimentos, fotos, eventos especiais, experiências, comentários sobre questões e assim por diante. É mais um diário on-line com vídeos, links, documentos, boletins informativos e opiniões sobre todos os tópicos que você está interessado.

Blogs são feitos para acolher as ideias e opiniões de todos e, portanto, não devem ser escritos para soar intimidante e formalidade. Esse tipo de blog é uma maneira certa de afastar os leitores. No básico dos blogs, o tom de conversa seria mais apropriado para alcançar o público desejado.

Blogar é sobre indivíduos que buscam outras pessoas. Ter um blog tem seu próprio conjunto de vantagens:

• Liberdade de expressão. Se você quer que as pessoas o ouçam e deem sua própria opinião, esta é a melhor maneira de criar uma linha de comunicação;
• A rede está no seu melhor. Ter um blog é uma boa plataforma para trocar ideias genuínas dos consumidores para você como comerciante de um determinado produto. A opinião e o ponto de vista são melhores do que apenas mostrar a cotação de preço;
• Excelente plataforma de publicidade. Blogar é uma nova maneira de anunciar produtos, uma mudança refrescante dos canais tradicionais de publicidade e é econômica.
• Aferir a opinião pública sobre produtos e serviços. A chave é títulos agradáveis e cativantes com novas ideias apresentadas no seu conteúdo. Esta é uma garantia de respostas rápidas e repetidas de seus leitores. Blogs é um excelente local para troca de ideias entre o vendedor e o consumidor. Bom para medir a opinião pública em relação a serviços e produtos, até mesmo questões políticas e de negócios.
• Ferramenta útil para comunicação interna. Isso ajudará sua empresa a construir uma comunidade de funcionários baseada em conhecimento. Também é bom para aproveitar as relações dos funcionários e identificar antecipadamente as questões de recursos humanos.
• Outros benefícios, como a otimização de mecanismos de pesquisa (SEO), ajudarão seus blogs a serem vistos com frequência pelo maior número de pessoas que você desejar. Isso é muito boa exposição para seus produtos e serviços.

Muitos serviços de hospedagem de blogs estão disponíveis na Internet. Mas a questão básica é qual dos serviços será o melhor para começar o seu programa de blog de negócios? Os empresários geralmente não têm a menor ideia das recentes inovações tecnológicas que os ajudariam a maximizar seus potenciais de marketing. Para esses iniciantes, é melhor estudar primeiro os serviços oferecidos pelos hosts do blog. Um programa de blog de negócios ineficaz pode prejudicar as oportunidades de marketing em vez de enriquecê-las.

Uma empresa pode decidir fazer o seguinte dependendo de sua capacidade e necessidades:

  1. Hospedar seu próprio serviço de blog,
  2. Pagar a alguém para hospedar o serviço, ou
  3. Configurar uma página de agregador de blogs e pedir aos funcionários que selecionem seu blog serviços individualmente.
    Existem serviços pagos e gratuitos disponíveis para indivíduos.

Para blogs de negócios, eles precisam ter os recursos mais recentes de blogs; Caso contrário, isso impedirá que maximizem seus potenciais de marketing, relações públicas e SEO.

Tenha em mente que os blogs devem ter os seguintes itens básicos:

• COMENTÁRIOS. Os comentários de boas-vindas fornecem oportunidade para o diálogo. Nos blogs de negócios, eles são um bom mecanismo de feedback do cliente. Isso ajuda a desenvolver melhores relações com o cliente com base na lealdade e confiança. Blogar é uma maneira inovadora de conversar com seus clientes.
• RASTREAR. Isso ajuda a maximizar a exposição da empresa e do produto. Por meio desse serviço, os consumidores podem entrar em contato com você para obter mais postagens e atualizações sem a dificuldade de localizá-lo. Se o seu blog é popular em uma comunidade on-line específica, as chances são de que os links que remontam ao seu blog estejam em todo lugar on-line, em outros sites de blog ou mesmo em sites.
• CATEGORIAS E TAGS. Ambos ajudam na classificação de pesquisas de blogs para facilitar a navegação e a pesquisa no site. As categorias funcionam como bibliotecas, pois classifica as postagens por assunto, como negócios, ensino a distância, e-commerce, leilões online, etc. Tags, ajudam na classificação, principalmente no mecanismo de busca de blogs Technorati. Possíveis clientes e novos clientes localizam blogs sobre determinados tópicos de interesse apenas clicando nas tags.
• FEED RSS. A Really Simple Syndication é o feed do seu blog que é enviado pela Internet e coletado por meio dos vários leitores e agregadores de notícias.

Se a sua empresa for estabelecer um programa de blog de negócios, opções consideráveis devem ser disponibilizadas pelas empresas de hospedagem pré-selecionadas para os serviços. Os serviços gratuitos de hospedagem de blogs são populares, mas são muito apropriados para periódicos on-line individuais.
Os serviços de hospedagem de blogs pagos oferecem pacotes ilimitados para as necessidades da sua empresa. Você pode sugerir verificar alguns blogs que usam o host primeiro, ler e examinar seu layout e design. Outra coisa importante a considerar é um suporte técnico confiável que o host tenha.

Depois de escolher o host do blog, uma equipe deve estar pronta para planejar o design e a estrutura do blog. A equipe deve:
• criar um estilo que atenda às necessidades do público;
• estabelecer um tom aberto e credível;
• agendar a atualização semanal do blog – idealmente, algumas vezes por semana;
• incluir links de outros sites e blogs;
• post do blog deve estar na “primeira pessoa”;
• foco no objetivo do blog de negócios; e,
• manter uma qualidade de conversação honesta e envolvente.

Lembre-se, qualquer que seja a aparência, o estilo e o conteúdo encontrado em seu blog é um reflexo de você e de sua empresa.

Autor: Ricardo Vieira – Especialista em Marketing Digital